Categorias
Corpo Cuidados com a pele

Ana Hickmann Descobre Melasma E Aposta Em Tratamentos A Laser

melasma como evitar

Sua Saúde

Os autores discutem os principais elementos relacionados à pigmentação da pele e ao desenvolvimento do melasma. Nos casos mas fácil, bastam a proteção da radiação solar e o uso de clareadores. Na verdade a coloração nada mas é do que uma tentativa da sua pele se proteger de agressões sofridas pelo sol, luminosidade ou por inflamações. Quem possui a pele mais escura e mas hormônios femininos em circulação cria mais melanina e então mancha mais.

Pele »

O laser seletivamente pode ser usado para queimar estes vasos clareando as nódoas. Caso apareçam máculas na área do rosto ou pescoço a persona deve procurar imediata um dermatologista para analisar o que acontece.

melasma como evitar

Como tratar o melasma?

Não há uma única causa definida para o melasma, mas sabe-se que ele está relacionado principalmente à exposição solar, mas também ao uso de anticoncepcionais e algumas outras medicações, fatores hormonais, predisposição genética, algumas doenças (ex: hepatopatias) e à gravidez.

Dermatologistas

Iniciamos o tratamento com 20 dias de pré-peeling com ácido mandélico a 2% mas hidroquinona 4% e, no dia 26 de agosto de 2014, realizamos seu primeiro procedimento com peeling enzimático de romã mais ácido mandélico à 30% pH 3,5. Finalizada essa busca populacional, iniciei meus atendimentos com limpeza de pele e peelings e no dia sete de maio de 2 milénio e quatorze (07/05/2014) dei início ao meu primeiro cerimonial de peeling para melasma. Em termos de ingredientes clareadores a hidroquinona ainda é o que chamamos de padrão-ouro, isto é, o mais comprovadamente eficiente. Em por norma geral a gente pode apressar o processo com peelings químicos, microagulhamento e até laser (o calor não pioria o melasma não, o que pigmenta a pele é a iluminação).

A Relevância Do Dermatologista »

Absolutamente ninguém nasce com sardas, mas a gretar dos dois ou três anos para toda a vida podem encetar a surgir, devido ao incitação solar. Pessoas que têm sardas apresentam um aumento no processo de formação da melanina, em regiões que são expostas ao sol com frequência, como rosto, colo e ombros. Destaca-se que não há tratamento para o melasma, de forma que as manchas podem ser amenizadas, porém a exposição solar, principalmente no verão, pode resultar na hiperpigmentação delas, fazendo com que voltem a ficar aparentes.

Leia também:  Agora é A Hora De Cuidar O Melasma No Rosto

A mancha deve ser desencadeada por prenhez, suplementos anticoncepcionais, sol, calor, traumas cutâneos, além de doenças da tiroide, estresse e envelhecimento cutâneo.

De manhã, recomenda-se o uso de produtos na pele que também gerem ação antioxidante. O diagnóstico do melasma é conformado, primeiramente, mediante uma avaliação clínica, em que se leva em consideração o histórico pessoal e familiar, uso de contraceptivos orais, reposição hormonal, ocorrência de gravidez e exposição ao sol.

Um único dia de descuido pode colocar a perder os resultados obtidos com meses de uso de produtos clareadores. No presente os especialistas dão preferência aos filtros que contenham cor de base por serem mais efetivos na proteção contra a iluminação visível, aquela emitida pelas lâmpadas e refletores. Os filtros brancos, por mais elevado que seja seu FPS, só protegem dos raios ultravioleta do sol.

Mesmo com resultados rápidos , o tempo necessário para estabilizar a quesito e impedir que mínimas exposições façam retornar o pigmento pode ser de vários meses ou anos. Desta forma o conceito principal é que pacientes com melasma necessitam tratamento e acompanhamento dermatológico estável. O noção e conhecimento atual do tratamento de melasma considera que o uso de filtros ajuda a estabilizar as vantagens obtidos com o conjunto de medidas descritas abaixo. O fotografia envelhecimento desempenha um papel primordial na patogenia do melasma ao interferir, nas citocinas, melanogênicas, e, também, na via de sinalização Wnt, pois a redução do fator inibidor Wnt estimula a melanogênese (KWON et al, 2016).

“Porém, os pacientes precisam se proteger do sol, tanto de forma direta quanto indiretamente e usar filtro solar com base, inclusive. Os raios ultravioletas, presentes na luminosidade solar, estimulam a produção de melanina, agravando a situação. Conta até mesmo aquela insuficiente quantidade de sol que pegamos ao caminhar na rua no quotidiano, ou aqueles raios que passam pelo vidro das janelas. Também a claridade visível, seja do sol ou emitida por lâmpadas, é prejudicial”, esclarece a médica.

Leia também:  Agora é A Hora De Cuidar O Melasma No Rosto

O ácido retinoico, por exemplo, atua fazendo uma esfoliação química, de forma também acaba reduzindo rugas. Se suas manchas forem somente de acne, é provável que este sozinho resolva o problema. Porém, caso sejam máculas causadas por hiperpigmentação, será melhor associá-lo com o ácido tranexâmico.

O que ocorre é que a luminosidade solar contém radiação ultravioleta que estimula os melanócitos, responsáveis pela produção de melanina que pigmenta a pele. Ele é caracterizado por manchas escurecidas que podem se manifestar em diferentes cores conforme o tom da pele. Elas têm formato irregular e, em por norma geral simétrico dos 2 lados do rosto. O surgimento de máculas na pele é um incômodo usual de mulheres de diferentes idades e tons de pele. Para realizar o diagnóstico e tratamento adequado, entretanto, é fundamental entender o que é melasma e outros tipos de pigmentação cutânea.

O que causa o melasma?

Os raios solares estão entre as principais causas do melasma, porém, esse não é o único fator que leva ao surgimento das manchas escuras no corpo. Entre outros, podemos destacar também as alterações hormonais comuns durante a gravidez e a ingestão de pílulas anticoncepcionais.

Quando a pessoa ainda apresenta espinhas e cravos na pele também é forçoso controlar a oleosidade da pele, e então podem ser indicados outros produtos para secar as espinhas. Porém longe disso de manchas como as resultantes da espinha ou cicatrizes, o melasma é produzido pelo nosso próprio organismo.

Procure filtros que tenham proteções contra os raios ultravioleta A (UVA) e ultravioleta B (UVB), e se possível com proteção também à iluminação visível e infravermelho (mas raros). Respondem parcialmente ao tratamento, e quando removemos o pigmento da epiderme, resta o dérmico, que raramente responde ao tratamento. O tratamento com esse classe de laser é indolor, e pode ser feito em todas e cada uma das estações do ano, até no verão, por não ser um tratamento tão hostil à pele.

Leia também:  Agora é A Hora De Cuidar O Melasma No Rosto

Ela é derivada do fenol sendo citotóxica, singularmente se usada em doses altas e períodos prolongados. A utilização deste agente terapêutico para tratamento do melasma deve ser na concentração de 4 a 5%.

“Nunca conseguimos passar a quantidade recomendada, que é uma colher de chá. Se a persona passa menos que isso, deve usar um fator ainda mais elevado. Por ex, se usa um filtro 60, passando menos que o indicado, a proteção cai para 40”, explica.

Qualquer exposição ao sol pode levar a manchar a pele, principalmente no último trimestre da gestação. Peles morenas e negras carregam mais pigmentos e, por isso, têm mais facilidade em tolerar com melasmas. A complexidade de restauração com tratamento também é maior para esse molde.

Peelings – são escamações da pele promovidas pelo uso de ácidos – no caso, de peelling químicos – ou por uso de objetos abrasivos como lixas e cristais, os peelings físicos. Esses procedimentos podem ser superficiais, médios ou profundos, conforme a camada da pele que a descamação atinge.

Os tratamentos para terminar com as manchas podem resolver o entrave de modo lenta e progressiva. Existem inúmeras formas de tratar o melasma, porém o sucesso depende do séquito dermatológico regular e da percepção do paciente nos fatores de prevenção. Durante a gravidez, o tratamento é mais suave, a término de não prejudicar o embrião.

melasma causas

O melanesse é mais um cosmético com vitaminas e ingredientes anti-inflamatórios porém é bem fraco para clarear a pele. Azelan, arbutin e ácido kójico são outros ingredientes menos agressivos, porém também menos eficientes. Eu pessoalmente sabor bastante do Azelan, especialmente Dermsoft preço para quem tem máculas de borbulha, mas para melasma, ele sozinho vagar bastante para fazer efeito.

O que pode piorar o melasma?

Para tratar o melasma, que é composto por manchas escuras na pele, podem ser usados cremes clareadores, como a hidroquinona ou tretinoína, ou feitos tratamentos estéticos, como laser, peeling químico ou microagulhamento, orientados pelo dermatologista.